Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR. Portanto assim diz o SENHOR Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o SENHOR. E eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão. E levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o SENHOR. (Jeremias 23:1-4)” Deus criou você para ser uma estrela com sua própria grandeza, executando o potencial que Ele mesmo lhe deu. E Deus me enviou à terra com uma missão. Só Ele pode me deter, os homens nunca poderão. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Esse blogger tem como objetivo trazer ao público interessado uma verdadeira meditação sobre o que realmente tem levado centenas de pessoas a não irem mais a Igreja. Nosso objetivo é buscar respostas através de cada opinião aqui registrada.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

CRUCIFICADOS PARA O MUNDO


Porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. 1 João 2:16.

A palavra concupiscência significa um forte desejo de fazer ou de ter o que Deus não quer que façamos ou tenhamos. A cobiça também é um forte desejo, e o que a Bíblia afirma em todo lugar é que esta vida terrena é uma vida controlada pelo desejo. Mas por outro lado, os não cristãos dizem: "Uma coisa é falar, mas o que você faz?". Vamos aplicar isso a eles também. Estes dizem que estão vivendo uma vida puramente intelectual. Será que estão mesmo? Não importa quão brilhantes suas mentes possam ser, pois todos são governados pelo desejo e pela cobiça tanto quanto qualquer um. Quantos nasceram neste mundo? Quantos pecaram? Romanos 3:23. Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.

Os psicólogos dizem que o homem é uma criatura dotada de um tremendo ímpeto dentro de si. Ele foi feito assim, com tais instintos primitivos em seu interior, que são extremamente poderosos. Portanto, quando um homem pertence ao mundo, tais instintos atuam mais poderosamente em sua mente. Eu não consigo acreditar que um homem no pleno controle de sua sanidade fique deliberadamente bêbado, mas o fato é que isso acontece a muitos. Não consigo crer que um homem, verdadeiramente controlado por sua mente, deliberadamente destrua o casamento de outro homem, causando profunda miséria a crianças inocentes. Porém as pessoas, até mesmo as muito inteligentes, acabam fazendo coisas desse naipe. Isto é cobiça. O que as leva a fazer isso é a cobiça, a paixão, o desejo, são estes impulsos tremendos que acabam sobrepujando toda a nossa razão. Sabemos que é errado, mas ainda assim incorremos neste tipo de ação porque gostamos dessas coisas; a cobiça, a paixão desordenada. Isto significa que esta vida do mundo é extremamente contrária à vida de Deus, à vida do Pai, vivendo principalmente para a carne. Romanos 8:8. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

Para que as pessoas estão vivendo? Para comer e beber. Eles dizem: "Se você não beber, não é homem". A televisão lhe diz isso repetidamente. Mas beber torna alguém verdadeiro homem? Para eles, isto é que é vida. Bebidas, álcool, estímulos, desejos da carne, o corpo, comer e beber. A agitação e a atenção que é dada a tudo o que envolve isso. É uma obsessão que governa as pessoas. Podemos ver que qualquer detalhe sensacionalista sobre a vida pessoal das pessoas impulsiona as vendas de jornais e livros. Isto é o que vende. Isto é desejo; desejo da carne. Este é o jeito do mundo. João escreveu sua carta a mais de 20 séculos atrás, mas poderia muito bem tê-la escrito ontem, pois ainda é uma descrição perfeita do mundo. Nós amamos o falso, nós amamos a aparência externa. Não é esta a grande característica de toda a vida atual? O que vemos é a tinta, o pó, a maquiagem. Você não vê mais a cor natural do cabelo, pois tudo foi transformado por alguma tintura. Tudo se resume à aparência. Isto soa trivial, não? No entanto, é extremamente profundo, pois esta é a visão da vida. Lembremos das palavras do próprio Senhor: Limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e perversidade. Lucas 11:39.

Uma pessoa que ainda não passou pelos crivos da cruz em sua vida, certamente o seu desejo será pelos aplausos, a ânsia de possuir, o anseio de ver o nome estampado nos jornais ou em anúncios nas paredes dos prédios. Tudo isso é a soberba da vida, almejando ser grande e importante. O mundo todo vive nessa busca. Esta é a analise bíblica do homem terreno e de sua vida, que é vivida longe de Deus, o tipo de vida que as pessoas consideram inteligente. Por estas coisas elas têm abandonado o cristianismo: a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a soberba da vida. Cada ser humano torna-se sua própria autoridade, e sua defesa é: "Por que não devo?" Não é este nosso grande problema atualmente? Não é esta a razão de a moralidade estar desmoronando ao nosso redor? O mundo questiona: Por que não? Por que não posso? Não ligo a mínima. Que me importa o que a Bíblia diz? Se eu quero, então por que não? Isto é ilegalidade e total indisciplina contra Deus. Ai desta nação pecaminosa, povo carregado de iniqüidade, raça de malignos, filhos corruptores; abandonaram o SENHOR, blasfemaram do Santo de Israel, voltaram para trás. Isaías 1:4.

Se você quer saber como este mundo é, olhe para Jesus Cristo e vejam o que fizeram a Ele. Jesus deixou o trono dos céus, veio e se humilhou, entregou-se para curar e instruir as pessoas. Ele jamais causou dano a alguém. Ele veio fazer o bem. Mas qual foi a resposta do mundo? Ele foi odiado, perseguido e rejeitado. O mundo preferiu um assassino a Ele, crucificando-o e executando-o. E lá na cruz, Jesus expôs o mundo como ele é. Mas os homens inteligentes deste século estão rindo, zombando e ironizando a cruz, estão caçoando do sangue de Cristo, em uma tentativa de ridicularizá-lo. É dessa forma que este mundo sempre tratou o Filho de Deus. Nós precisamos urgentemente de ver este mundo com a ótica de Deus. Pois todas as boas obras que os homens fazem fora da Pessoa de Cristo é má obra. João 7:7. Não pode o mundo odiar-vos, mas a mim me odeia, porque eu dou testemunho a seu respeito de que as suas obras são más.

Toda a sua ênfase constituiu-se no exato oposto da ênfase do mundo. Como temos visto, o mundo enfatiza a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a soberba da vida. O que Jesus enfatizou? Ele enfatizou algo a respeito do que o mundo jamais falou, ou seja, a alma. Jesus disse em Marcos 8:36. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Imagine se você fosse o ser humano mais belo que o mundo já conheceu, se estivesse sempre trajado com as roupas mais deslumbrantes, se morasse no mais suntuoso palácio ou possuísse a maior coleção de automóveis e tudo o mais? Se você tivesse o mundo todo, mas perdesse a sua alma? "Que daria um homem em troca de sua alma?" Amada igreja, Jesus morreu pelas almas dos homens, não pelo nosso bem estar material, não pela reforma deste mundo, mas para salvar nossas almas. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido. Lucas 19:10.

É a alma que está perdida. Aquilo sobre o que o mundo nada conhece, mas está em você e em todos nós, esta coisa imortal em nós que vai além da morte e do fim. No instante em que você tem uma experiência com Cristo, consegue ver o mundo como algo que é seu inimigo, algo vergonhoso. Conscientiza-se do princípio da morte que há nele, e não vive mais nem se gloria nele. O qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai. Gálatas 1:4.

A simples mensagem, encontrada ao longo de todo o texto bíblico, é que o mundo, ou seja, tudo que é contrário a Deus e que confia no homem e em seu próprio poder será julgado e condenado para miséria e destruição eternas. Agora podemos entender conforme tratamos domingo passado, porque Paulo se gloriava na cruz, pois só ela salva qualquer um de nós da destruição vindoura do mundo, que jaz no maligno. A cruz de Cristo separa todos nós da sentença de condenação que está reservada a este mundo maligno. Esta é a única coisa que ela faz. A punição deverá descer, mas o castigo já desceu sobre Jesus Cristo, assim, se eu crer em Jesus, esse castigo não descerá sobre mim. Já não pertenço mais ao mundo, mas a Cristo, porque ele não apenas nos separa do mundo, mas nos leva para si mesmo e para o seu próprio Reino. O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém! 2 Timóteo 4:18.

Quando morremos com Cristo, não mais pertencemos a este mundo, mas ao Reino de Cristo, o Reino da luz, da glória, o Reino de Deus. Aqui estamos nós, e o mundo já não tem mais nada a ver conosco. Não pertencemos a ele, estamos neste outro Reino. Ainda vivemos neste mundo, mas não mais pertencemos a ele. Fomos libertos e agora somos cidadãos dos céus, de onde aguardamos o Salvador, pois sabemos que estaremos para sempre com o Senhor. Ele, ao morrer na cruz, nos separa do mundo, nos transporta para o seu próprio Reino, nos introduz a Deus e nos torna filhos e filhas de Deus e herdeiros de felicidade eterna. Veja que texto lindo que encontramos no livro de Salmos 16:11. Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente.

Após sermos regenerados, olhamos para este mundo, que costumava nos fascinar e arrebatar, fazendo-nos pensar que era tão maravilhoso, com suas recompensas reluzentes. Por elas, competia com as outras pessoas. Nós as desejávamos e imaginávamos quão maravilhoso seria isto ou aquilo. Mas agora, tendo visto a Jesus e esta verdade por ele revelada, olhamos para as recompensas deste mundo e podemos confessar que estamos "crucificados para o mundo". Ele nos resgatou do mundo e faz mais, pois Ele nos dá um poder que é maior que o mundo. Ouça o que a Palavra nos revela em 1 João 4:4. Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. Também lemos este precioso texto de 1 João 5:4. Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.

Em que você se gloria? Ainda se gloria neste mundo? Há somente duas possibilidades. Ou você se gloria no mundo, de alguma forma ou jeito, ou se gloria na cruz de Cristo, pela qual o mundo foi crucificado para você, e por meio do qual você foi liberto dele no tempo, a fim de que possa compartilhar aquela glória eterna com Ele. Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu, para o mundo. Gálatas 6:14. Amém. Projeto Benção e ação ou e Pregador Maurio Maciel. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail:pregador2007@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse blogger tem como objetivo trazer o público interessado no tema a uma verdadeira meditação sobre o que realmente tem levado centenas de pessoas a não irem mais a Igreja.
Nosso objetivo é buscar respostas através de cada opinião aqui registrada.