Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR. Portanto assim diz o SENHOR Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o SENHOR. E eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão. E levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o SENHOR. (Jeremias 23:1-4)” Deus criou você para ser uma estrela com sua própria grandeza, executando o potencial que Ele mesmo lhe deu. E Deus me enviou à terra com uma missão. Só Ele pode me deter, os homens nunca poderão. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Esse blogger tem como objetivo trazer ao público interessado uma verdadeira meditação sobre o que realmente tem levado centenas de pessoas a não irem mais a Igreja. Nosso objetivo é buscar respostas através de cada opinião aqui registrada.

terça-feira, 19 de março de 2013

ROMPENDO COM O PECADO


ROMPENDO COM O PECADO


Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. 1 Timóteo 1:15.

Cristo crucificado é o único caminho de volta para Deus. Ele é a única porta de acesso de Deus para o coração do pecador. O relacionamento inicial do homem natural com Deus deve ser de um pecador que penitentemente reconhece seu pecado e recebe o gracioso presente de Deus: um Salvador. O pecador deve ir a Deus pelo Cristo crucificado, ou Ele não pode de forma alguma ir a Deus. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem. João 10:9.

Todo pecador precisa urgentemente reconhecer que é um completo fracasso, que é totalmente incapaz de viver sua vida por seu próprio poder, mas, mais do que isso, é absolutamente desqualificado para viver na presença de Alguém que é justo e santo. Por isso, temos que reconhecer a nossa pecaminosidade, impotência, condição desesperada e olhar em fé simples para o Crucificado Salvador, que sozinho pôde carregar o nosso pecado naquela cruz sobre o Seu corpo. Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados. 1 Pedro 2:24.

Deus não somente proveu um Salvador para todo pecador, mas tem provido, através do Evangelho, um convite àqueles ?de todas as línguas, e povo, e nação? para receber Seu presente, para participar da Sua festa, para herdar Suas riquezas, para compartilhar de todas as bênçãos que estão em Cristo. Sua infinita graça, Seu terno amor, Sua misericórdia compassível têm garantido morada para todos os que crêem. Deus declara que ninguém é tão bom para ir, porque se fossem, a salvação provida para eles em Cristo seria inútil, e ninguém é tão mau, pois deste modo a salvação seria provada ineficaz. Ninguém que pôs a sua confiança no sangue derramado do Salvador, por mais que tenha vivido no pecado ou por mais fundo que nele tenha descido ou por mais escura e suja que seja a sua mancha sobre sua vida, jamais será recusado no coração ou na morada do Pai. Efésios 1:4. Antes da criação do mundo, Deus já nos havia escolhido para sermos dele por meio da nossa união com Cristo, a fim de pertencermos somente a Deus e nos apresentarmos diante dele sem culpa. Por causa do seu amor por nós (LH).

Por meio de Cristo, como Salvador, Deus proveu o único caminho de volta a Ele mesmo que julga efetivo: Ele abriu a única porta da Terra no céu. Por meio de Seu Filho, como Salvador, Deus fez da salvação do pecado um dom potencial para todos os pecadores; uma vez que Cristo morreu e ressuscitou, todos os homens em todo lugar estão confinados em uma inevitável escolha: a escolha entre seu pecado e Seu Filho. Atos 4:12 E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.

Foi o próprio Deus quem teve a iniciativa de nos salvar e não o homem. Foi Deus quem buscou o homem na Pessoa de Seu Filho Jesus. Foi trabalho de Deus, e só dEle. Deus forneceu tanto o material como a mão-de-obra, com os quais esta maravilhosa salvação fosse realizada. Tito 2:11 Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens.

A salvação não é algo para ser comprado, merecido ou ganho por mérito de qualquer tipo, pois é um presente, e um presente é recebido. A salvação é para todos os homens, mas somente aqueles que crêem e recebem são salvos. A cruz do Senhor Jesus Cristo é o lugar no qual este rompimento decisivo com a velha vida é realizado. Romanos 6:8 Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. Quando somos identificados com Cristo em Sua morte e ressurreição, podemos recebê-lo como o nosso Salvador. João 1:12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.

O desejo de nosso Deus é que o pobre, o desafortunado, o iletrado, o jovem e o inapto vão a Ele e tenham a benção da salvação, assim como o rico, o favorecido, o letrado, o idoso e o talentoso. Ele tornou o caminho da salvação tão simples que todos podem andar nele, e ninguém precisa ser excluído por qualquer falta em si mesmo. A salvação está completamente relacionada a um Salvador que é um presente de Deus para ser recebido sob uma condição de fé. A fé inclui o crer, que é o assentimento da mente para as coisas escritas na Palavra de Deus concernente ao Salvador. Cremos que Ele é o Cristo, o Filho de Deus, que morreu por nossos pecados. A fé inclui a confiança, que é o consentimento do coração para com a obra graciosa de Cristo. Nós não cremos apenas nas coisas que a Palavra nos ensina sobre Cristo, o Salvador, mas cremos nEle. Pomos a nossa confiança e dependência somente nEle para a nossa salvação. Porém, fé inclui a apropriação, que é a decisão da vontade para receber Cristo Jesus. A fé guia-me para crer que: Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16.

O amor de Deus revelado na Cruz de Cristo é o único lugar onde Deus e o pecador podem se encontrar, e o Cordeiro de Deus são o elo que os une. O pecador olha para cima e confia no sangue derramado do Salvador. Deus olha para baixo e diz: Vejo o sangue e passarei por vós. A fé responde a graça, e o Salvador e o pecador são feitos um na Cruz. É por isso que a salvação não está centrada em uma doutrina nem em uma ordenança, mas em uma Pessoa, e só é salvo aquele que põe sua confiança em Cristo como Salvador ao ponto de recebê-Lo em todo o seu ser como o Salvador dos pecados. Uma vez que o querido Filho de Deus sacrificou Sua vida sobre a Cruz do Calvário, a única proteção da ira de Deus é estar debaixo da cobertura do Seu precioso sangue. Sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo. 1 Pedro 1:18-19.

Cristo, nosso Salvador, não somente perdoou nossos pecados, mas nos deu diante do Pai a posição de alguém que nunca pecou. Isso para muitos é impossível de crer, mas o que o homem não pode fazer Deus pode. Portanto, a única forma pela qual Ele poderia fazer isso foi trocar de lugar conosco. Ele tomou nosso lugar na Cruz tornando-se pecador por nós para que pudéssemos tomar Seu lugar diante do Pai tornando-nos retos nEle. Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus. 2 Coríntios 5:21.

Neste texto Cristo Jesus está dizendo ao Seu Pai: Põe os pecados deles na minha conta e põe a minha justiça na conta deles. Pela Sua morte na Cruz Jesus Cristo não somente nos tirou da velha posição em Adão, mas nos trouxe para uma nova posição em Cristo. A graça de Deus sustenta a justificação, o sangue de Jesus Cristo a obtém, e a fé do crente a possui. Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Romanos 5:9.

Por meio da justificação a certeza definitiva e as gloriosas bênçãos estão asseguradas para o filho de Deus. A principal entre estas é a paz com Deus. A resistência e rebelião pela vontade própria cessaram, e o coração descansa na segurança do favor de Deus. Romanos 5:1 Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.

Toda distância entre Deus e o pecador está removida. Todas as barreiras estão quebradas. A nova criatura está junto do coração de Deus pelo sangue de Cristo. Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo. Efésios 2:13.

Estamos presenciando atualmente que há muita recusa por parte daqueles que se dizem cristãos em crer em sua inclusão no corpo de Cristo. Jesus Cristo disse algumas palavras muito tristes e solenes durante Seu ministério terreno, mas entre elas as mais tristes e solenes são estas: Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida. João 5:40.

Estas palavras foram ditas para homens que professavam crer e amar as Escrituras e até mesmo as examinavam esperando a segurança da vida eterna. As Escrituras apontavam em todo lugar para Jesus Cristo como o Autor e Doador da vida, contudo eles recusavam e rejeitavam. A rejeição a Jesus Cristo não se devia à incapacidade, mas à incredulidade. Eles poderiam ir, mas não queriam. A decisão deles determinou seus destinos. Recusar a graça é convidar o julgamento. Se o homem natural escolhe viver e morrer no plano do homem natural, então ele deve esperar o destino do homem natural. Por isso é que a Cruz de Cristo é a grande divisão. De que lado você está hoje? A escolha é inevitável: seu pecado ou o Filho de Deus. Lembremos que a coisa mais importante na fé não é sua medida, mas seu objeto. Cristo mesmo colocou isso quando disse: Vinde a mim. Qualquer um pode ir! Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. João 3:18. Com amor do Pai e Cristo Jesus. Projeto Benção e Pregador Maurio Maciel. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail:pregador2007@gmail.com

Um comentário:

  1. MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - Siga meu blog, que eu sigo o seu de volta ! Também tenho twitter @breakpointbr, caso queria seguir.

    Obrigado !

    ResponderExcluir

Esse blogger tem como objetivo trazer o público interessado no tema a uma verdadeira meditação sobre o que realmente tem levado centenas de pessoas a não irem mais a Igreja.
Nosso objetivo é buscar respostas através de cada opinião aqui registrada.